Orlando, FL - 17 de outubro de 2017

Turistas do SeaWorld Orlando não poderão mais alimentar os golfinhos do parque

Segundo o parque, a medida visa preservar tanto o animal quanto os turistas. De agora em diante, os visitantes poderão apenas acariciar e tirar fotos com o mamífero.

Publicado em: 02 março 2015

seaworld-golfinho

Umas das atividades mais tradicionais para quem visita o SeaWorld de Orlando é alimentar os golfinhos, não é mesmo?! Na semana passada, a porta-voz do SeaWorld, Becca Bides, informou que o parque não permite mais a atividade, assim como já acontece no SeaWorld em San Diego e San Antonio.

Segundo o parque, a medida visa preservar tanto o animal quanto os turistas. Para Mark Palmer, diretor do International Marine Mammal Project, entidade dos EUA, os visitantes podem deixar cair acidentalmente brinquedos de plástico e outros objetos nas piscinas e, golfinhos poderiam comê-los.

Recentemente também houve alguns incidentes relatados de crianças mordidas enquanto acariciava ou alimentava os golfinhos. Em 2012, uma menina de 8 anos foi notícia nos Estados Unidos depois que seu pai postou um vídeo de um golfinho que mordeu seu braço.

De agora em diante, o visitante pode apenas acariciar e tirar fotos com os animais, sob a supervisão de um instrutor. Esse tipo de pacote, que tem duração de 10 minutos e custa a partir de US$ 15 por pessoa. Os visitantes podem se inscrever com antecedência pelo site do SeaWorld a partir de hoje, 2 de março. Cada sessão pode incluir cinco grupos de até 10 pessoas cada.

O SeaWorld tem tido uma série de más notícias. O valor da empresa tem diminuído desde a controvérsia sobre suas orcas em cativeiro, principalmente depois do filme Black Fish. Na semana passada, uma baleia beluga morreu no parque de Orlando, após tratamento de uma infecção associada a uma lesão na mandíbula. Em dezembro, o SeaWorld Entertaniment demitiu mais de 300 funcionários – incluindo três mímicos populares do espetáculo.

A rede de parques redesenhou suas áreas de golfinhos em San Diego e San Antonio em 2012 e 2013, respectivamente. San Diego eliminou a tradição de alimentar os golfinhos para grandes grupos. San Antonio também permite a alimentação em experiências apenas para pequenos grupos .

Em Orlando, há um programa para nadar com golfinhos, que também inclui a alimentação, no parque Discovery Cove.





Curta + Orlando