Orlando, FL - 19 de outubro de 2017

Harley-Davidson sugere roteiro especial pela Flórida

Trajeto no melhor estilo “american rider” é indicado para quem tem intenção de curtir as férias em solo americano

Publicado por: Aline Fraticelli em 11 agosto 2017

Pilotar uma Harley-Davidson é sempre uma experiência única. Não importa se é um modelo Sportster ou uma motocicleta da família Touring. O que vale realmente é por onde a emblemática H-D vai desfilar. A Harley-Davidson do Brasil sugere um roteiro de mais de 1.000 km para quem pretende passar as férias de verão da terra do Tio Sam, conhecer as badaladas Daytona Beach e Miami, além das belas paisagens do mais ensolarado estado norte-americano.

No caminho é possível passar por estradas em boas condições de piso e sinalização, encontrar ótimos hotéis, restaurantes e também muitos pontos turísticos para visitação, alguns até inusitados. Entre eles, Daytona Speedway, um dos circuitos ovais mais famosos do mundo; Kennedy Space Center, que fica colado ao Cabo Canaveral, onde são realizados os lançamentos de ônibus-espaciais; e visitar Sawgrass Recreational Park, próximo a Fort Lauderdale. O local oferece uma imensa área alagada, na qual é possível fazer um passeio de barco e ver inúmeros aligátores, um primo maior do jacaré brasileiro.

Banhado pelo Oceano Atlântico, o roteiro pelo Sunshine State, como é conhecida a Flórida, cruza várias rodovias: U.S. Route 1 (US1), Florida State Road (A1A), Interstate 95 e também estradas secundárias. Esse passeio pelo litoral norte-americano é recomendado tanto para novatos que nunca pilotaram uma moto fora do Brasil, quanto para motociclistas com muitos quilômetros de experiência e que também buscam por novas experiências sobre duas rodas.

O começo da viagem é na ponta sul dos Estados Unidos, em Daytona Beach. Palco do Daytona Bike Week, um dos encontros motociclísticos mais tradicionais do planeta, abriga também o famoso circuito de Daytona Speedway, que recebe provas da Indy e Nascar. Pilotar na pista oval é uma experiência que merece ser vivida para quem passar por lá, seja no “paredão” inclinado ou no anel interno.

O tour, então, segue para Fort Christmas Historic Park, a poucos quilômetros de Orlando. Museu a céu aberto, o local abriga as casas dos primeiros moradores que chegaram à região por volta de 1840. Exibe também muitas peças usadas na agricultura e na pecuária do início do século XIX. É um tradicional ponto de encontro de motociclistas, parada obrigatória neste roteiro.

O próximo passo é seguir em direção a Cocoa Beach e ao Kennedy Space Center. Cruzando um “braço” de mar por meio de uma ponte é possível ver, a quilômetros de distância, o gigantesco prédio da Nasa. Em um passeio guiado pelo Kennedy Space Center dá para ter noção de como o americano tem orgulho de ter chegado à Lua. Lá há réplicas em tamanho real de foguetes, cápsulas, os primeiros trajes espaciais, além da magnitude e a complexidade técnica dos primeiros foguetes enviados ao espaço. O local também possui uma galeria de heróis e uma sala que simula a tensão das primeiras viagens tripuladas. Hoje, uma das principais atrações do Kennedy Space Center é o ônibus espacial Atlantis.

Pela estrada A1A chega-se ao Sawgrass Recreational Park, que fica na região de Fort Lauderdale. Lá, dá para fazer um passeio de airboat, barco equipado com uma grande hélice na parte traseira e muito usado em filmes americanos de ação. Vale a pena descer da moto e navegar pela região pantanosa para observar a biodiversidade e também os aligátores em seu habitat natural. Os adultos da espécie chegam a ter mais de três metros de comprimento. Já em terra firme, é possível visitar os répteis em seus viveiros.

Depois da aventura radical nos airboats, uma boa pedida é fazer uma parada no Cafe 27, uma lanchonete na beira da estrada US-27, Southwest Ranches, que oferece opções como um big burguer ou um prato de arroz, feijão preto, salada e chuleta. O local é parada obrigatória para qualquer motociclista que está rodando pela região de Fort Lauderdale. Além da comida farta, aos finais de semana tem shows de rock’n’roll.

Outro passeio cinematográfico, já em Key Largo, é cruzar o canal da marina a bordo do lendário “The African Queen”, um barco a vapor construído pelos ingleses há mais de 100 anos e utilizado no filme (de mesmo nome) estrelado por Humphrey Bogart e Katharine Hepburn. A película foi rodada em 1951 e o barco foi totalmente restaurado para as gravações. A duração é de pouco mais de uma hora.

Antes de chegar na cidade mais badalada da costa leste americana, Miami, outro bar temático integra o roteiro. O Alabama Jack´s, ainda em Key Largo. O local traz uma decoração bastante peculiar, com placas de carros e motos de várias partes dos Estados Unidos. Há, inclusive, uma placa amarela do Brasil, daquelas usadas antigamente nos carros das décadas de 1970 e 1980, com o registro de Brasília, DF. Este mesmo local, há mais de 50 anos, é parada de todos os motociclistas que cruzam a bela Card Sound Road. A especialidade são os frutos do mar, peixes e, é claro, hambúrgueres e fritas.

Enfim, quando se estaciona a moto na região do calçadão de Miami Beach, o que chama atenção não é a praia, mas as lojas de grife e também as construções no melhor estilo art déco. Vale a experiência!

 





Curta + Orlando